Uso do SWOT em Planos de Saneamento Ambiental

Os Planos de Saneamento Básico apresentam como objetivo a organização de uma cidade por meio de metas e diretrizes voltadas ao saneamento ambiental. A fim de propor uma análise dos problemas , existem uma série de ferramentas, dentre elas o SWOT. Continue acompanhando a postagem e saiba mais sobre esta ferramenta.

Sabemos que os Planos de Saneamento Básico têm a função primordial de organizar uma cidade ou uma organização impondo metas, diretrizes e objetivos para o saneamento ambiental, disciplinando as ações, indicando o caminho, evitando a dispersão de esforços, recursos, projeções, estratégias e tempo.

Apresenta como intuito o de instruir os gestores e organizações na busca de melhorias para a população, promovendo sempre a qualidade de vida e o bem-estar, para todas as gerações.

Desta forma, entende-se que o planejamento é um processo racional para a tomada de decisão, com vista a selecionar e executar um conjunto de ações necessárias e suficientes, que possibilitarão partir de uma situação existente e alcançar uma situação futura desejada.

[Texto originalmente publicado no Linkedin]

A fim de elencar esses objetivos e propor uma melhor análise dos problemas existes, existem uma série de ferramentas, estratégias e ações com o intuito de aumentar a competitividade e seu grau de resolutividade. Dentre elas, destaca-se o SWOT (Strength – Forças, Weaknesses – Fraquezas, Opportunities – Oportunidades e Threat – Ameaças).

O SWOT é uma das uma das ferramentas mais utilizadas no diagnóstico organizacional, onde os dados introduzidos na matriz do programa são dados ponderados, tanto do ambiente interno como do externo da organização, município ou cidade, a fim de se ter uma ideia da sua real situação.

A elaboração da Matriz SWOT é obtida a partir de três etapas: inicialmente analisa-se o ambiente interno da organização para identificar seus pontos fortes e fracos; em seguida, analisa-se o ambiente externo (micro e macroambiente), identificando oportunidades e ameaças; e por fim, elabora-se a matriz de combinação.

No que diz respeito ao ambiente interno, os pontos fortes são as competências, fatores ou características positivas que a organização possui e que favorecem o cumprimento de sua missão. Logo, os pontos fracos são as deficiências, fatores ou características negativas que se encontram presentes na organização e prejudicam o cumprimento da missão, devendo ser objeto de programas específicos para eliminá-los ou minimizá-los.

Um exemplo de ponto forte seria uma Estação de Tratamento de Água (ETA), adequada conforme os padrões estabelecidos pela legislação, com decantador, fluoretador, desinfecção, dentre outros. Já um exemplo de ponto fraco, seria um funcionário da ETA sem a devida capacitação, burocracia em excesso e o não cumprimento das portarias de potabilidade.

Já a análise externa é ampla, lida com o incontrolável e refere-se ao conhecimento do ambiente externo à organização, itens políticos, legais, econômicos, tecnológicos e socioculturais.

Em um plano de saneamento, devemos estar atentos aos problemas levantados na primeira etapa, que seria a fase de diagnóstico. Tais problemas poderão estar associados às oportunidades ou ameaças, como por exemplo, tipos de resíduos, seu reaproveitamento, conscientização dos moradores quanto ao descarte adequado do lixo e o cuidado e busca por melhorias em áreas de inundação, bocas de lobo entupidas, dentre outros.

sem-titulo

Logo após, os fatores Fraquezas e Ameaças são pontuados de acordo com seu grau de importância, sendo atribuído a cada fator um valor de 1 a 3.

12

A análise realizada através da Matriz SWOT apresenta resultados satisfatórios na identificação tanto de Fraquezas e Ameaças em potenciais quanto as Forças e Oportunidades.

Este método de análise pode ser utilizado para todas as áreas empresariais, tanto nas empresas públicas quanto nas empresas privadas. Na elaboração de planos de saneamento, ela facilita a organização dos dados e o estabelecimento de metas e estratégias futuras.

Sabemos que na área de saneamento ambiental temos muitos problemas, porém se não temos uma ferramenta de organização, fica difícil distribuir e atribuir metas ao longo dos anos do plano.

Isso torna o SWOT uma ferramenta essencial para compreender os problemas diagnosticados, além de contribuir com a organização estrutural do município.

 



Clique na figura abaixo e assine nossa lista de emails para receber nosso ebook "Como criar mapas de localização com ArcGIS 10.x".


Author: Émilin CS

Engenheira ambiental. Têm experiência na área de saneamento e gestão ambiental, buscando soluções usando QGIS e Bizagi. Atua na área de modelagem matemática para rompimento de barragens com software HEC-RAS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *