A metodologia Lean Seis Sigma como ferramenta de sustentabilidade

Confira nosso curso online de QGIS

Confira o que é a metodologia Lean Seis Sigma e como ela pode auxiliar empresas a serem mais sustentáveis.

Entenda como a metodologia Lean Seis Sigma pode ser usada como ferramenta de sustentabilidade nos negócios. Conheça as certificações LSS!


Nos últimos anos, as práticas empresariais focadas em sustentabilidade têm chamado a atenção de acionistas. Apesar de 60% das empresas brasileiras ainda não terem adotado estratégias sustentáveis, aquelas que caminham nessa direção possuem mais chances de obter resultados consideravelmente positivos.

Nesse cenário, a metodologia Lean Seis Sigma, ou LSS, surge como uma possível ferramenta para auxiliar a sustentabilidade dos negócios. 

Ainda que não se relacione diretamente com práticas de sustentabilidade ambiental, essa metodologia está ligada à administração de recursos que impactam positivamente na economia e nas operações dos negócios. Assim, acabam se consolidando como uma opção para a preocupação com os impactos ambientais.

Para entender melhor o que é a metodologia LSS e como ela funciona como uma ferramenta de sustentabilidade, continue lendo!

O que é a metodologia Lean Seis Sigma?

De modo geral, a Lean Seis Sigma, também conhecida como LSS, é uma metodologia que reúne a filosofia do método operacional Lean e o conjunto de práticas Seis Sigma.

Desse modo, a LSS é uma metodologia com foco na redução da variabilidade e na diminuição — ou, a longo prazo, eliminação — de desperdícios. Ela tem como objetivo potencializar os processos de um negócio, possibilitando obter melhores resultados com um menor índice de erros.

O uso da LSS possibilita, portanto, um planejamento de ações que otimiza os fluxos de trabalho e o controle da produção. Ao se valer do Seis Sigma, ela promove uma homogeneização dos processos, diminuindo as chances de erros. A metodologia Lean também reduz consideravelmente as atividades que não agregam valor nem à empresa, nem para o cliente.

Quais são as certificações Lean Seis Sigma?

Para que a metodologia LSS seja aplicada corretamente nas empresas, é necessário que os funcionários recebam o treinamento e as certificações adequadas.

Isso porque, para que a redução de erros seja efetiva, é essencial que os profissionais que atuam nesse setor já estejam preparados para lidar com os seus desafios.

Existem 5 níveis de certificação e experiências na metodologia LSS. Cada uma delas é chamada de “belt” e o método de avanço é semelhante aos de uma luta: para chegar em um novo “belt”, é preciso passar pelos anteriores. 

Certificação White Belt

Neste nível, o mais básico dos 5, os profissionais aprendem apenas os conceitos mais iniciais da metodologia LSS. Por isso, ele é recomendado como capacitação para equipes da parte operacional da empresa que precisam compreender a metodologia, mas não serão responsáveis por aplicá-la em grande escala.

A certificação White Belt prepara os colaboradores para compreender os métodos de organização enxuta, típico da metodologia Lean, e para dar assistência a gestores que aplicam a metodologia LSS.

Certificação Yellow Belt

No segundo nível de certificação, os colaboradores já estão capacitados para atuar em pequenos projetos de melhoria baseados na metodologia LSS. Contudo, ainda é necessário que sejam supervisionados por colaboradores com uma maior certificação.

Nesta etapa, os colaboradores podem participar de processos de 4 etapas: planejamento, execução, verificação e ação. Assim, podem solucionar problemas considerados mais simples. 

Certificação Green Belt

A certificação Green Belt é o nível intermediário na formação LSS. Os colaboradores com essa certificação já podem atuar em processos de melhoria dentro de uma empresa, embora estes ainda não devam ser complexos. Ao lado de um supervisor Black Belt, podem também acompanhar os processos dos Yellow Belts.

Neste nível, o foco de aprendizado passa a ser a metodologia Seis Sigma, focada na redução significativa de erros de processo. O colaborador também recebe treinamento estatístico.

Certificação Black Belt

A certificação Black Belt é a penúltima e capacita o colaborador a treinar todos os colaboradores de certificações menores. Além disso, ele passa a ser apto a liderar projetos de grande complexidade, orientando a sua equipe.

Neste nível, o colaborador também deve realizar as reuniões para acompanhar todas as fases do projeto, além de validá-las conforme são desenvolvidas.

Certificação Master Black Belt

Por fim, o nível Master Black Belt certifica que o colaborador está completamente apto a usar a metodologia LSS para combater, de maneira significativa, o desperdício de recursos de um negócio. Assim, ele já trata de problemas complexos, usando métodos estatísticos como base.

Por fim, o Master Black Belt pode atuar como consultor para certificações menores, uma vez que já domina os conhecimentos da metodologia LSS.

Como a metodologia Lean Seis Sigma se relaciona com sustentabilidade?

Nos últimos anos, o conceito de sustentabilidade no universo empresarial foi expandido, deixando de se relacionar somente aos fatores ambientais e abrangendo também fatores econômicos e organizacionais. Por isso, a metodologia LSS passou a ser uma ferramenta que pode ser usada para a sustentabilidade.

Podemos dizer que uma organização sustentável é aquela que dá início a mudanças de forma contínua, a partir do aprimoramento de seus processos e da sua organização interna. E essa postura em tudo se assemelha aos objetivos da metodologia LSS, baseada em uma cultura de melhoria e inovação e na criação de alternativas que reduzam os erros, os desperdícios e os custos de produção.

Quando pensamos em sustentabilidade ligada ao meio ambiente, a metodologia Lean Seis Sigma também pode ser vista como uma ferramenta de sustentabilidade porque possibilita menores impactos no produto final, além do uso mais consciente de matéria-prima. Ou seja: a LSS melhora a precisão e eficácia, gerando mais valor para a empresa e métodos mais eficazes de produção do produto.

Por fim, uma organização que utiliza a metodologia LSS também está comprometida com outros processos internos que favorecem a sustentabilidade. Um dos mais importantes é a cultura de liderança e colaboradores engajados com a proposta da LSS, ou seja, que compreendem de forma profunda os objetivos da redução de erros e da eliminação dos processos desnecessários para o andamento da empresa.

Dessa maneira, a Lean Seis Sigma deixa de ser apenas uma metodologia ágil de processos empresariais voltada para a economia e a organização de processos, tornando-se também uma opção para negócios que desejam iniciar a sua transição para uma realidade mais sustentável.

O Responde Aí é a maior plataforma de estudos para alunos de Engenharia e Exatas do Brasil. Com uma didática descomplicada, livros resolvidos e resumões para revisão, ajudamos os estudantes do ciclo básico ao ciclo profissional para aprenderem em minutos o que levaria horas.



Clique na figura abaixo e assine nossa lista de emails para receber nosso ebook "Como criar mapas de localização com ArcGIS 10.x".

Apostila Mapa de Localização Banner

Author: Postagem Voluntária

As postagens voluntárias são escritas por diferentes profissionais, sendo que fornecemos os detalhes dele/dela no inicio da postagem. Envie seu texto também, visite 2engenheiros.com/contribua/ e preencha o formulário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.