Como criar um Relatório de Estágio usando LaTeX? Parte 1

Veja como instalar o LaTeX no Windows e como criar capa, organizar as seções, criar lista de tabelas, figuras, sumário, inserir equações, referências.

Você certamente já teve que fazer um trabalho acadêmico, TCC ou relatório de estágio e se deparou com uma série de regras a serem seguidas. São regras pra gerar o sumário, para as figuras, tabelas, títulos ou até mesmo para a elaboração das referências.

E se tudo isso pudesse ser facilitado de forma que uma vez criado um layout, ele se repetiria para todos as demais páginas do seu arquivo?

Tudo isso é possível utilizando o \LaTeX!

Segundo Fernandes, o LaTeX:

Fornece um conjunto de macros alto-nível que torna mais fácil e rápida a produção de documentos em TeX e é utilizado para produzir todo o tipo de documentos como por exemplo livros, relatórios e artigos.

Em outras palavras, tem como objetivo fazer com que nos distanciamos da apresentação “visual” do trabalho para focarmos no conteúdo, ou seja, possui códigos para padronizar citações, formato das páginas, referências, lista de tabelas, dentre outros.

Continue acompanhando nossa postagem e aprenda passo a passo a utilizar o LaTeX e ainda criar um relatório de estágio.

Como Instalar LaTeX no Windows

Existem muitos editores para  LaTeX, variando de pessoa para pessoa. Para este tutorial, iremos utilizar um sistema de LaTeX básico, o MiKTeX.

Para instalar o programa, basta entrar no site da MiKTeX clicando aqui. Ao entrar no site, você poderá escolher em qual sistema operacional deseja instalar (Windows, Linux ou Mac OS).

Para o nosso exemplo, iremos escolher a opção “ Install MiKTeX on your Windows computer“.

Em seguida, vá na opção “Downloads” e faça  o download do programa.

Faça download do programa.

Com o download realizado, iremos instalar o MiKTeX. Para isso, clique no arquivo baixado “basic-miktek-2.9.6850-x64.exe” e clique em “executar”.

Instando o programa MIKTeX.

Ao clicar em “executar”, aparecerá uma janela chamada “Copying Conditions”. Nesta janela aparecerão os termos de aceite e condições do programa, basta clicar nela e prosseguir com a instalação.

Vale salientar que deve-se criar uma pasta “vazia” no Windows para salvar os arquivos, sendo que o programa instalado que será utilizada é o “TeXworks“.

Criando seu Primeiro Documento LaTeX

Agora, com o programa instalado, abra o “TeXworks”. É nesse programa que serão inseridos os códigos para elaboração do seu relatório.

Inicialmente, iremos inserir o código “documentclass”.

O “documentclass” é um código que sempre terá no inicio de qualquer documento LaTeX e vai definir as características do documento como margens e numeração das páginas.

Outro código a ser inserido é o “begin” e o “end”. O “begin” define onde começara seu documento e o “end” onde terminará e, considerando como um exemplo simples, seu código com as especificações acima ficaria assim.

Código básico para iniciar o LaTeX.
Código básico para iniciar o LaTeX.

OBS: Como esse linguagem de programação é em “Inglês”, as palavras não possuem acentos, sendo que para inserir os acentos deve-se inserir um código para baixar o pacote que irá inserir os acentos.

Para baixar esses pacotes, iremos digitar logo abaixo do “begin” os seguintes comandos:


\usepackage[brazilian]{babel}
\usepackage[utf8]{inputenc}
\usepackage[T1]{fontenc}

Agora iremos inserir um “título” para nosso relatório. Para isso iremos inserir o seguinte comando:

\documentclass{report}

\title{Relatório de Estágio}
\date{2018-11-25}
\author{Émilin de Jesus Casagrande de Souza}

\begin{document}
  \maketitle
  \newpage

OBS: Os comandos “maketitle” e “newpage” dizem ao LaTeX para gerar a capa do seu relatório.

Inserindo Parágrafos e Seções

Você certamente está familiarizado com o “Word”, onde criamos nossos estilos para os títulos, sub-títulos e parágrafos, por exemplo. No LaTeX, não é diferente, criamos seções, subseções, parágrafos etc.

Ao final seu código ficará assim:

\documentclass{report}
\begin{document}
\section{O que é Água Subterrânea}
\maketitle
\newpage
A agua subterranea e definida como toda agua que ocorre abaixo da superficie da terra, responsavel pelo preenchimento dos poros ou vazios de rochas sedimentares, fraturas, fissuras ou falhas de rochas compactas. Ela desempenha um papel importante na manutenção da umidade do solo, fluxo de rios, lagos e brejos.
\end{document}
\paragraph{paragraph}
\begin{document}
\subsection{Tipos de Zonas}
No solo existem dois tipos de zona, a zona saturada e a zona insaturada.
\end{document}

Os códigos utilizam são os seguintes:

  • \section{}: Cria uma seção para o seu documento;
  • \paragraph{}: Dá uma quebra de linha no texto;
  • \subsection{}: Cria uma subseção no seu documento;

Inserindo Pacotes e Bibliotecas

Existem inúmeros pacotes e bibliotecas para LaTeX, todos com diferentes propósitos, como, por exemplo, o pacote de acentos (mencionado anteriormente), pacotes de fórmulas matemáticas, matrizes, frações e equações.

Para importar um pacote no LaTeX, basta adicionar a diretiva “\ usepackage” ao documento, como no exemplo dos acentos.

\documentclass{article}

\usepackage{NOME DO PACOTE}

\begin{document}
...

É importante frisar que ao usar o Linux ou Mac, a maioria dos pacotes já estão instalados, por padrão, e geralmente não é necessário instalá-los. Já no Windows, o pacote será baixado se você incluí-lo em seu documento.

Equações e Fórmulas Matemáticas

As equações e fórmulas matemáticas podem ser inseridas de duas maneiras dentro do LaTeX. Uma, é você embuti-la diretamente no texto, colocando as fórmulas em cifrões “$” e a outra é utilizando um ambiente matemático pré-definido.

Para nosso tutorial, utilizaremos o segundo exemplo, sendo que a equação utilizada é a Equação de Horton para Velocidade de Infiltração de Água no Solo.

\documentclass{report}
\usepackage{amsmath}
\begin{document}
\begin{equation*}
f = fc + (fo – fc) . e^-k.t
\end{equation*}

Como Inserir Imagens em LaTeX

Como forma de melhor representar nosso trabalho, inserimos várias imagens. No entanto, no Word, é comum chamarmos nossa imagem ao longo do texto por meio da referências cruzadas.

No LaTex, você cria comandos e códigos para inserir suas figuras, pois todas as imagens são indexadas automaticamente e marcadas com números sucessivos e suas respectivas legendas, para isso utilizaremos o pacote “graphicx”.

Você irá inserir a imagem utilizando o comando abaixo:

\documentclass{article}
\usepackage{graphicx}
\begin{document}
\begin{figure}
  \includegraphics[width=\linewidth]{aguanosolo.jpg}
  \caption{Água no Solo}
  \label{fig:aguanosolo}
\end{figure}
Figure 
\ref{fig:aguanosolo}
\end{document}

Como você pode ver, coloca-se “linewidth” no colchete, significando que a imagem será dimensionada para se ajustar à largura do documento e como resultado, imagens menores são aprimoradas e imagens maiores reduzidas, respectivamente.

Vale salientar que, os colchetes contêm o caminho para a imagem. Neste caso, a imagem é armazenada no mesmo diretório que o meu arquivo .tex, então simplesmente coloque o nome da figura a ser inserida.

No próximo comando, definimos uma legenda “caption”, que é o texto mostrado abaixo da imagem e um rótulo “label” que é invisível, mas útil se quisermos nos referir à nossa figura em nosso documento.

Outro detalhe é que, caso a figura não aparece no lugar exato quando você coloca seu código no arquivo .tex, isso pode ocorrer pois seu documento contém muito texto, fazendo com que o programa coloque a imagem na próxima página ou em qualquer outra página onde ele encontre espaço suficiente.

E para evitar tal problema, é necessário definir o valor do “float” no ambiente da figura. Você irá resolver este problema utilizando o seguinte comando:

%...
\begin{figure}[h!]
%...

 

O “h” representa um folga adicionada a imagem para que a mesma não vá para outra página. Além do “‘h”, existem outros comandos, sendo eles:

  • h (aqui) – mesma localização
  • t (topo) – topo da página
  • b (inferior) – parte inferior da página
  • p (página) – em uma página extra

Às vezes, ao escrever um documento, adicionar imagens individuais não é o ideal, especialmente quando o leitor deve comparar vários resultados ou gráficos. Para isso, pode ser necessário usar um ambiente diferente, chamado “sub-figura”.

Esse ambiente permite que você coloque várias imagens em um determinado local, uma ao lado da outra, e o uso é bastante simples. Mas para utilizar tal recurso, você precisa adicionar um novo pacote e inseri-lo juntamento com o seguinte código:

\documentclass{article}
\usepackage{graphicx}
\usepackage{subcaption}
\begin{document}
%...
\end{document}

Com o pacote instalado digite o seguinte código:

\begin{figure}[h!]
  \centering
  \begin{subfigure}[b]{0.4\linewidth}
   \includegraphics[width=\linewidth]{aguanosolo.jpg}
\caption{Água no Solo.}
\end{subfigure}

\begin{subfigure}[b]{0.4\linewidth}
  \includegraphics[width=\linewidth]{aguanosolo.jpg}
  \caption{Mais Água no Solo}
 \end{subfigure}
\caption{A mesma água no solo.}
\label{fig:aguanosolo}
\end{figure}
%...

*O “centering” serve para indicar se a figura será centralizada ou não.

Sumário, Tabelas e Figuras

No LaTeX, a criação de um índice pode ser feita com alguns comandos simples, ou seja, será utilizado os cabeçalhos de seção para gerar o índice e há comandos para criar uma lista de figuras e uma lista de tabelas também.

Para inserir o sumário, basta seguir o seguinte código:

\documentclass{article}
\begin{document}
\tableofcontents
\newpage
\section{Section}
Ensaio de Infiltração
\subsection{Subsection}
Condutividade Hidráulica
\end{document}

Agora, para inserir mais títulos e subtítulos utilize o comando “setcounter {tocdepth} {X}”, onde X é a profundidade desejada.

OBS: Um valor de 0 (zero) significa que seu índice mostrará nada e 5  (cinco) significa que mesmo parágrafos serão mostrados. O valor deve ser definido no preâmbulo do documento e aplicado automaticamente ao documento inteiro:

% ...

\setcounter{tocdepth}{1}% Show sections
%\setcounter{tocdepth}{2} % + subsections
%\setcounter{tocdepth}{3} % + subsubsections
%\setcounter{tocdepth}{4} % + paragraphs
%\setcounter{tocdepth}{5} % + subparagraphs
\begin{document}
%...
\tableofcontents
%...
\end{document}

E para inserir a lista de figuras e tabelas você irá digitar:

\begin{document}
...
\begin{figure}
\caption{Água no Solo}
\end{figure}
\begin{table}
\caption{Água no Solo}
\end{table}
...
\begin{appendix}
  \listoffigures
  \listoftables
\end{appendix}
\end{document}

Agora se você não estiver satisfeito com o espaçamento dos títulos em sua tabela, sumário ou lista de figuras, basta alterar o espaçamento de seu índice (e documento em geral) utilizando o pacote “setspace”:

%...
\usepackage{setspace}
%...
\begin{document}
%...
%...
\begin{document}
%...
\doublespacing
\tableofcontents
\singleplacing
%...

Referências

Como já vimos anteriormente, no LaTeX existem muitos pacotes que objetivam auxiliar na elaboração e melhoria dos códigos e um desses códigos é o “bibtex” e o “biblatex”, pacotes para criação de referências.

Sendo que para executá-los, deve-se criar um arquivo .bib, que contém nossas informações bibliográficas. Um arquivo .bib contem as informações bibliográficas do nosso documento, como por exemplo:

@BOOK{DINAMICA:1,
AUTHOR="Paulo Leonel Libardi",
TITLE="Dinâmica da Água no Solo",
PUBLISHER="Saraiva",
YEAR="2012"
}

Depois de criar o arquivo bibtex, precisamos informar ao LaTeX onde encontrar nosso banco de dados bibliográfico. Para isso, utiliza-se o BibTeX.

Para inserir tal pacote, informa-se ao LaTeX a localização do nosso arquivo .bib e utiliza-se \bibliographystyle para selecionar um dos vários estilos bibliográficos, conforme o seguinte código:

\documentclass{article}

\begin{document}

Citação aleatória \cite{DINAMICA:1} incluida no texto.

\newpage

\bibliography{Nome do arquivo}
\bibliographystyle{ieeetr}

\end{document}

Até agora, já vimos como criar capa, organizar as seções, criar lista de tabelas, figuras, sumário, inserir equações, referências e muito mais.

Para o próximo tutorial, continuaremos conhecendo cada comando do LaTeX e seus respectivos pacotes. Alguma dúvida até aqui? Se sim, deixe seu comentário logo abaixo da postagem.

Fonte Consultada: 

LaTeX Tutorial: https://www.latex-tutorial.com/tutorials/


Clique na figura abaixo e assine nossa lista de emails para receber nosso ebook "Como criar mapas de localização com ArcGIS 10.x".


Author: Émilin CS

Engenheira ambiental. Têm experiência na área de saneamento e gestão ambiental, buscando soluções usando QGIS e Bizagi. Atua na área de modelagem matemática para rompimento de barragens com software HEC-RAS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *