Munsell e as Cores do Solo (II)

As cores do solos são bastante utilizadas para a sua descrição e classificação, sendo elas definidas utilizando-se o sistema de cores criado por Albert H. Munsell. Mas o que cada cor de solo pode nos indicar sobre ele?

As cores do solos são bastante utilizadas para a sua descrição e classificação (clique aqui e veja nossa primeira postagem sobre o tema), sendo elas definidas utilizando-se o sistema de cores criado por Albert H. Munsell.

Após a leitura da primeira postagem, podemos nos perguntar, o que cada cor de solo pode nos indicar sobre ele?

Além de indicar onde começam e terminam cada horizonte do solo (os horizontes são as diferentes camadas de solos sobrepostas), elas também podem nos dizer quais componentes estão em maior concentração nele.

Cabe lembrar que os solos são originados da intemperização das rochas, e que as cores das rochas, originadas das suas propriedades (como composição química), também pode influenciar no solo que ela irá gerar.

A coloração escura (i.e. preta) referem-se à quantidade de matéria orgânica existente no solo. Encontramos tais solos em banhados, onde podem predominar os Organossolos; ou em locais onde há acumulo e pouca decomposição da matéria orgânica, como nos Cambissolos Húmicos da Serra Catarinense.

A coloração vermelha e amarelo acontece em solos onde ocorrem alteração de argilo-minerais. A intemperização (desgaste em função da ação da chuva, calor e outros fatores ambientais) desses argilo-minerais libera alumínio e óxidos de ferro (e.g. Hematita nos solos vermelhos e Goethita nos solos amarelados).

Já os solos acinzentados são solos com compostos férricos e ferrosos, que ficam expostos a ambientes oxidantes e redutores, ou seja, os solos ficam “afogados”por muito tempo.

Solos mais claros são resultados do intemperismo do quartzo, usualmente encontrados em regiões costeiras.

Solos com coloração esverdeada também são possíveis, mas é necessário haver os minerais Glauconita ou Melanterita.

No vídeo abaixo, a especialista em solo Deann Presley nos explica (em inglês) como descrever as cores em um perfil de solo.

E no vídeo abaixo, a equipe do Solo na Escola, da UFPR, mostra uma atividade que pode ser realizada na sala de aula, além de explicar o que já vimos anteriormente.



Clique na figura abaixo e assine nossa lista de emails para receber nosso ebook "Como criar mapas de localização com ArcGIS 10.x".


Author: Fernando BS

Engenheiro Ambiental e de Segurança do Trabalho. Atua nas áreas de recuperação ambiental, geoprocessamento e ciência do solo. Busca soluções utilizando softwares como ArcGIS, R e MATLAB.

4 thoughts on “Munsell e as Cores do Solo (II)”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *