Munsell e as Cores do Solo

Diariamente nos deparamos com diferentes cores, e cada um irá descreve-las de forma diferente. Para evitar confusão, existe o Sistema de Cores Munsell, o qual é muito utilizado na pedologia.

Quantas vezes você já se deparou com a seguinte situação: – O solo era avermelhado; – A rocha era escura; – As folhas das plantas eram verde-água; – A água era alaranjada clara. A imagem a seguir nos da uma ideia da confusão que isso pode dar.

Diferenças entre como as pessoas enxergam as cores

A noção de cores é diferente para cada um de nós, e para auxiliar na comunicação entre diferentes profissionais, existe o Sistema de Cores Munsell.

Criado na primeira década do século XX pelo professor de artes Albert Henry Munsell, ele é composto por três dimensões:

  1. Matiz
  2. Valor
  3. Croma

A matiz representa a cor fundamental; O valor refere-se à intensidade da cor, tonalidade (mais claro; mais escuro); e o croma representa a intensidade de cinza na cor.

A partir desses três componentes, Albert H. Munsell criou seu sistema de cores, atualmente denominado Sistema de Cores Munsell. Alguns exemplos de cores seriam: 10R 8/4 = Um tom de rosa; 2,5YR 6/8 = Laranja avermelhado; 10YR 2/1 = Preto.

Ele é utilizado em diversas ciências, tais como pedologia, geologia e botânica. A figura abaixo mostra um exemplo de uma carta de Munsell para descrição de solos.

Utilização de Carta de Munsell para Cores do Solo
http://blogs.egu.eu/divisions/sss/2014/03/30/soil-color-never-lies/

Esse sistema é frequentemente visto na descrição de solos, especialmente porque algumas classes se distinguem somente pela cor e alguns características do solo são definidas por elas, segue abaixo alguns exemplos:

Argissolos

Argissolos Vermelhos, Argissolos Amarelos, Argissolos Acizentados, Argissolo Bruno-Acizentados e Argissolos Vermelho-Amarelos (exemplo do Sistema Brasileiro de Classificação de Solos – SiBCS, para o caso do Argissolo Acizentado: “Solos com cores acinzentadas na maior parte dos primeiros 100 cm do B (inclusive BA), com matiz 7,5YR ou mais amarelo, valor maior ou igual a 5 e cromas menores que 4”);

Plintita

Plintita, que é uma mistura de argila, pobre em matéria orgânica e rica em ferro e/ou alumínio, apresenta coloração vermelha, vermelho-escuro e vermelho-amarelas (exemplo do SiBCS: “As cores da plintita situam-se nos matizes de 10R a 7,5YR, com cromas altos […]”;

Caráter Ebânico

Caráter Ebânico, características de solos com coloração muito escuras, devido a alta concentração de matéria orgânica (exemplo do SiBCS: “[…] para matiz 7,5 YR ou mais amarelo: a) cor úmida: valor <4 e croma < 3 […]”);

Gleissolos

Gleissolos, apresentam uma coloração acinzentada devido ao processo de redução do ferro existente nele, ocasionado por ele estar em ambiente alagado (exemplo do SiBCS: “Quando da inexistência de elementos estruturais, a matriz do horizonte (fundo) mais tipicamente apresenta croma 1 ou menor, com ou sem mosqueados.”).

Uma lida rápida no nosso guia de classificação de solos nos fornece várias referências ao Sistema de Cores Munsell, sendo possível, demonstrar as cores dos elementos dos solos para outros profissionais sem que haja perda de informação.

Porém, até mesmo adotando uma tabela de Munsell em campo, pode haver divergências. Por isso, recomenda-se anotar a cor quando o solo esta seco e quando ele esta úmido, sempre em um local com boa iluminação.

Para evitar tais discrepâncias, é possível realizar a medição da cor em laboratório, por meio de espectrofotometria de reflectância difusa, e há, inclusive, trabalhos utilizando tais medidas para prever a concentração de certos minerais no solo.

Leia também: Munsell e as Cores do Solo II e Munsell e as Cores do Solo III.

Embora não seja possível precisar com exatidão, à olho nu, a cor do solo e seus elementos, ela é uma propriedade fundamental para a descrição deles, pois fornece um vislumbre sobre sua composição mineral, idade e processos pedológicos que ali ocorreram, nos auxiliando na compreensão do ambiente em que vivemos.



Clique na figura abaixo e assine nossa lista de emails para receber nosso ebook "Como criar mapas de localização com ArcGIS 10.x".


Author: Fernando BS

Engenheiro Ambiental e de Segurança do Trabalho. Atua nas áreas de recuperação ambiental, geoprocessamento e ciência do solo. Busca soluções utilizando softwares como ArcGIS, R e MATLAB.

One thought on “Munsell e as Cores do Solo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *