O que há nos outros planetas?

Como sabemos do que são feitos sem visita-los?

Cientistas descobrem novos planetas, eles sabem onde estão e do que são feitos. Recentemente, meu professor de inglês se perguntou, “Como eles sabem do que esses planetas tão distantes são feitos? Ninguém foi até lá!”. A resposta é a luz! Isso mesmo, a luz.

[Texto originalmente publicado na Coluna Ciência e Meio Ambiente].

No século XVII, Isaac Newton demonstrou que a luz solar ao atravessar um prisma (espécie de peça de vidro triangular), se decompõe em várias cores. Esse mesmo fenômeno acontece quando a luz do Sol atravessa gotas de água que estão no ar, formando um arco-íris.

Expondo uma prisma a uma chama produzida por álcool e enxofre, no inicio do século XIX, Joseph von Fraunhofer ficou intrigado ao observar o predomínio da cor laranja. Então, ele repetiu o experimento de Newton, usando a luz do Sol e percebeu que o “arco-íris” era feito de linhas de várias cores, e que em alguns momentos, faltavam cores e algumas faixas eram totalmente pretas.

Fraunhofer continuou esse experimento com outras estrelas, observando que as cores mudavam seu arranjo, as vezes era um arco-íris com azul e roxo, outras vezes somente o vermelho e amarelo. Ele concluiu que essas alterações no espectro da luz (“arco-íris”) resultam das características das estrelas, ou seja, do que elas são feitas.

Posteriormente, outros cientistas, como Robert W. Bunsen e Gustav R. Kirchhoff, foram aperfeiçoando a pesquisa de Fraunhofer, definindo as combinações de cores que representam cada elemento químico. Mas não é somente a composição química que a luz nos fornece, ela pode ainda nos dizer se o planeta/estrela/corpo celeste esta se afastando da Terra, distância, idade, gravidade, entre outras informações.

E é assim que descobrimos do que os planetas são feitos, sem precisarmos visitá-los, embora seja uma viajem e tanto!

Se interessou? Abaixo temos alguns links sobre o assunto.
[Imagem / Inglês] Espectro (“arco-íris”) do nosso Sol (http://www.noao.edu/image_gallery/html/im0600.html)
[Texto / Português] Diversas noticias sobre astronomia e astrofísica da revista Ciência Hoje (http://cienciahoje.uol.com.br/categorias?listasubject=Astrof%C3%ADsica)
[Vídeo / Português] Marcelo Gleiser fala sobre buracos negros (https://www.youtube.com/watch?v=VRjjAwQpP_Y)
[Vídeo / Português] Reportagem sobre o Laboratório de Astrofísica do INPE (https://www.youtube.com/watch?v=9hQtSFoIeIA)

Imagem cortesia de: vectorolie no FreeDigitalPhoto.net
Fontes consultadas: The Glassmaker who Sparked Astrophysics (http://nautil.us/issue/11/light/the-glassmaker-who-sparked-astrophysics); Spectroscopy (http://www.astronoo.com/en/articles/spectroscopy.html).



Clique na figura abaixo e assine nossa lista de emails para receber nosso ebook "Como criar mapas de localização com ArcGIS 10.x".


Author: Fernando BS

Engenheiro Ambiental e de Segurança do Trabalho. Atua nas áreas de recuperação ambiental, geoprocessamento e ciência do solo. Busca soluções utilizando softwares como ArcGIS, R e MATLAB.

2 thoughts on “O que há nos outros planetas?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *